RODOVIAS DO BRASIL

EXCESSO DE VELOCIDADE FOI PRINCIPAL INFRAÇÃO NAS RODOVIAS FEDERAIS DE MS NO FERIADÃO




Policiais rodoviários federais fiscalizaram mais de 3,6 mil quilômetros de rodovias

Operação Corpus Christi 2019. (Foto - Divulgação/PRF)


A Polícia Rodoviária Federal encerrou à meia-noite de domingo (23) a Operação Corpus Christi 2019, iniciada na última quarta-feira (19), nos mais de 3.652 quilômetros de rodovias federais em Mato Grosso do Sul. 


De acordo com o balanço divulgado na manhã desta segunda-feira (24), nos cinco dias de fiscalização, foram registrados 24 acidentes, seis deles graves. Houve um óbito e 48 pessoas ficaram feridas. Em relação a 2018, houve aumento no número de acidentes (de 16 para 24); acidentes graves (de 1 para 6) e no número de feridos (de 15 para 48). No ano passado também houve um óbito.

Este ano, vinte e cinco motoristas foram flagrados dirigindo embriagados e um foi preso. 2.015 testes de alcoolemia foram realizados no período. O balanço ainda informa que 5.330 veículos foram fiscalizados, além de 5.699 pessoas.


As autuações somaram 3.398, sendo o excesso de velocidade a principal infração: 2.573 casos. Condutor sem o cinto de segurança (11); passageiro sem o cinto de segurança (40); transportar criança fora do dispositivo de segurança (4); ultrapassagem indevida (109), foram as outras infrações de trânsito cometidas. A PRF também atingiu 682 pessoas com as atividades de Educação para o Trânsito. 

As atividades foram realizadas com o apoio das 9 delegacias e 22 unidades operacionais da PRF. Os policiais rodoviários federais fizeram a fiscalização com viaturas, motocicletas, aparelhos de etilômetro (bafômetro) e radares portáteis.